Campanha Açores – Atlântico de vida

Nos últimos anos tenho estado envolvido na realização de documentários que têm como objetivo, apelar à consciência das pessoas para a realidade do momento que atravessamos. As alterações climáticas são um facto que salta à vista de todos e como tal é necessário trazer as pessoas à responsabilidade que é de todos. Os meus trabalhos que podem ser consultados em www.pauloferreira.pt mostram o lado positivo da nossa casa. Acredito que só assim será possível apelar á consciência das pessoas, dado que no passado as imagens negativas não causaram nenhuma alteração de comportamentos. Este ano e depois de um período de confinamento e de vida em pandemia, decidi realizar um novo filme, desta vez em Portugal. Face á impossibilidade de juntar o número de patrocinadores necessários para cobrir todas as despesas inerentes ao projeto, resolvi apelar à ajuda de todos aqueles que se interessam por esta causa. Assim sendo, pretendo com esta campanha angariar os fundos em falta, para a realização de um documentário natural no arquipélago dos Açores. O valor total do projeto é de 6.500,00 Euros. Até ao momento só consegui 4.000,00 Euros, vindos de patrocinadores que acreditam no meu trabalho. Esta verba destina-se a suportar os custos da viagem, estadia, alimentação, mobilidade e outras despesas diversas (taxas de acesso, guias, barcos, captura de imagens subaquáticas, etc.). Assim sendo, decidi criar este projeto de financiamento numa tentativa de angariar o valor que ainda me falta, ou seja 2.500,00 Euros.

Clica na seguinte ligação para acederes à campanha de financiamento: Açores – Atlântico de vida | PPL

Açores - Atlântico de vida

Continuar a ler

Dia da Terra – Notícia Jornal RTP2

O Jornal 2 da RTP2 terminou a sua edição do dia 22 de abril com imagens de Paulo Ferreira. São planos de timelapse registados em vários países, como por exemplo Espanha, Noruega, Chile, Argentina, Nova Zelândia e Islândia. O objetivo era comemorar o Dia da Terra.

Continuar a ler

A Terra dos Homens

A TERRA DOS HOMENS

Tem sido habitual no Dia da Terra, Paulo Ferreira publicar um vídeo que assinale esta data. Este ano e à semelhança de anteriores, realizou um vídeo com este propósito. Dado o momento que atravessamos (impossibilitado de viajar em virtude da pandemia), este ano foi buscar imagens de timelapse e vídeo ao seu arquivo. São imagens registadas nos Picos de Europa, Noruega, Patagónia, Nova Zelândia e Islândia. Imagens provenientes das suas viagens pelo mundo, com a finalidade de consciencializar as pessoas para a atual problemática ambiental.
São imagens obtidas através da técnica de timelapse que nos fazem sentir como é bela a Terra dos Homens. Elas mostram a beleza da “nossa casa”, ao mesmo tempo que a voz de Eduardo Rêgo (autor da locução) nos faz meditar sobre o nosso maior problema.
Ao longo do vídeo (de cerca de 4 minutos e meio) é possível viajar por paisagens naturais, retratadas pelo Paulo Ferreira, ao sabor da mensagem de que é importante mudarmos de rumo. Um rumo que nos leve de regresso à natureza, dado que estamos a perder o sentido da complementaridade. Do afeto, do gosto pela cooperação. Falta vivermos mais próximos, mesmo que fisicamente distantes. É urgente o regresso à natureza, pois ainda existem lugares onde a vida respira plenitude e paz.
Tal como é dito no vídeo, a felicidade é a utopia permanente da criança que há em Paulo Ferreira. Inocente, que tropeça, cai, mas vai em frente à procura do que não vê…, mas sente! É por isso ele gosta de “namorar” a natureza e mostrá-la às pessoas, para que elas reencontrem o caminho para “casa”. Um objetivo claro que nos coloque mais próximos dela, pois só assim a vida será sustentável e talvez possamos fazer regredir as alterações climáticas.

Veja o vídeo em baixo.

Continuar a ler

HOPE vence no Vegas Movie Awards

VEGAS MOVIE AWARDS

O filme “HOPE” tem vindo a arrecadar prémios em festivais internacionais de cinema independente. Foi com enorme surpresa que Paulo Ferreira recebeu a notícia de que venceu em 3 categorias no VEGAS MOVIE AWARDS™. Sim, 3 prémios:
BEST DOCUMENTARY SHORT – Award of Excellence
BEST CINEMATOGRAPHY – Award of Excellence
BEST DRONE VIDEO – Award of Merit
O filme foi produzido e realizado por Paulo Ferreira. A voz foi de Conrad Harvey. A tradução ficou a cargo de Maria José Moura Castro.
A realização decorreu durante os períodos de confinamento entre Março de 2020 e Março de 2021.
 
Uma nuvem desceu sobre o mundo.
Pela primeira vez, na nossa atarefada civilização global, todos nós parámos.
Embora isto continue a ser incrivelmente desafiante para todos nós, há uma certa beleza nesta quietude.
E, enquanto partes do nosso mundo ardem nas chamas de um tempo passado, aos que ficam é-lhes dado a escolher.
Uma oportunidade, não de voltar ao passado, mas de sonhar e agir, e criar o que será.
Como todas as tempestades, também estas nuvens passarão.
Do outro lado destas nuvens, há um sol que irradia esperança para o nosso mundo.
Há uma oportunidade para todos nós vermos além da mera sobrevivência e abraçarmos o futuro, no qual nós e o nosso planeta podemos prosperar como um só.
Prepara-te. O mundo como o conhecemos, mudou para sempre.
O laço que nos liga a todos é a esperança.
Esperança de voltar às coisas que todos nós amamos.
E, contudo, a esperança de que não regressemos ao modo como fazíamos as coisas anteriormente. Esta viagem começa… com ESPERANÇA.
 
O filme pode ser visualizado aqui:

Hope – premiado em Nova York

O filme “HOPE” realizado por Paulo Ferreira, foi premiado este sábado (06.03.2021), no festival internacional de cinema “ONIROS FILM AWARDS“, em Nova York. O filme foi premiado na categoria de “DRAMA” e obteve o troféu “GRAND JURY AWARD”. Este consagrado festival de cinema, também qualifica para o IMDb, sitio onde Paulo Ferreira já tem listados alguns prémios internacionais.

Um agradecimento especial ao Conrad Harvey que deu voz a este filme e à Maria José Moura Castro, responsável pela tradução da narrativa. O filme pode ser visualizado, clicando aqui.

Uma nuvem desceu sobre o mundo.
Pela primeira vez, na nossa atarefada civilização global, todos nós parámos.
Embora isto continue a ser incrivelmente desafiante para todos nós, há uma certa beleza nesta quietude.
E, enquanto partes do nosso mundo ardem nas chamas de um tempo passado, aos que ficam é-lhes dado a escolher.
Uma oportunidade, não de voltar ao passado, mas de sonhar e agir, e criar o que será.
Como todas as tempestades, também estas nuvens passarão.
Do outro lado destas nuvens, há um sol que irradia esperança para o nosso mundo.
Há uma oportunidade para todos nós vermos além da mera sobrevivência e abraçarmos o futuro, no qual nós e o nosso planeta podemos prosperar como um só.
Prepara-te. O mundo como o conhecemos, mudou para sempre.
O laço que nos liga a todos é a esperança.
Esperança de voltar às coisas que todos nós amamos.
E, contudo, a esperança de que não regressemos ao modo como fazíamos as coisas anteriormente. Esta viagem começa… com ESPERANÇA.

HOPE

Uma nuvem desceu sobre o mundo.
Pela primeira vez, na nossa atarefada civilização global, todos nós parámos.
Embora isto continue a ser incrivelmente desafiante para todos nós, há uma certa beleza nesta quietude.
E, enquanto partes do nosso mundo ardem nas chamas de um tempo passado, aos que ficam é-lhes dado a escolher.
Uma oportunidade, não de voltar ao passado, mas de sonhar e agir, e criar o que será.
Como todas as tempestades, também estas nuvens passarão.
Do outro lado destas nuvens, há um sol que irradia esperança para o nosso mundo.
Há uma oportunidade para todos nós vermos além da mera sobrevivência e abraçarmos o futuro, no qual nós e o nosso planeta podemos prosperar como um só.
Prepara-te. O mundo como o conhecemos, mudou para sempre.
O laço que nos liga a todos é a esperança.
Esperança de voltar às coisas que todos nós amamos.
E, contudo, a esperança de que não regressemos ao modo como fazíamos as coisas anteriormente. Esta viagem começa… com ESPERANÇA.

Clique na imagem em baixo para visualizar o vídeo.

Notícia jornal Vivacidade Janeiro 2021

Notícia Jornal Vivacidade Janeiro 2021

Paulo Ferreira

O jornal Vivacidade (edição de Janeiro de 2021), publicou uma entrevista realizada ao Paulo Ferreira. Nela é possível ler o que ele pensa relativamente a vários assuntos, dos quais se salienta o trabalho em torno da consciência ambiental. Pode saber mais aqui:

Regulamento do Passatempo “PULSEIRA LAVA DA ISLÂNDIA”

Paulo Ferreira, produtor e realizador de vídeo e fotógrafo de natureza, natural e residente em Gondomar, tem dedicado uma parte da sua vida a realizar documentários curtos ao redor do mundo. Procura uma forma de fazer chegar às pessoas, a mensagem de que é necessário preservar os poucos espaços naturais que possuímos na nossa casa, o Planeta Terra. Procura incutir nas pessoas uma maior consciência ambiental. Um problema que nos afeta cada vez mais.

Neste sentido, Paulo Ferreira está a realizar um passatempo designado por “PULSEIRA LAVA DA ISLÂNDIA”, entre os dias 5 e 12 de janeiro de 2021, na sua página de Facebook (https://www.facebook.com/ptpauloferreira).

O regulamento do passatempo pode ser consultado na seguinte hyperligação:

Regulamento

Viagens e Memórias – Museu Mineiro de São Pedro da Cova

Viagens e Memórias – Museu Mineiro de São Pedro da Cova

Em Maio de 2020 recebi um convite da União de Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova, para realizar um vídeo. Esse vídeo seria para dar a conhecer o Museu Mineiro de São Pedro da Cova, dado que face à pandemia as pessoas não visitavam o espaço. Era pois necessário utilizar as redes sociais e levar um video ás escolas, nomeadamente aos mais novos para assim colmatar este problema. Aceitei o desafio e iniciei o trabalho em Julho de 2020.

Um trabalho diferente dos que tenho realizado (a sua maioria sobre a consciência ambiental). No entanto revelou-se motivador e o mais difícil foi criar uma história que narrasse uma visita ao interior do Museu e por outro lado contasse histórias de gente que viveram “os tempos da mina”. Tudo isto se tornou mais fácil quando a Micaela Santos se envolveu no trabalho e deu voz á narrativa.

São Pedro da Cova foi moldada pelas minas de carvão existentes nesta freguesia do concelho de Gondomar, durante cerca de 140 anos. A sua atividade encerrou há cerca de 60 anos. Atualmente, tudo o que resta é história, um legado e uma identidade única em Portugal.

Quase 6 meses depois, chegou a altura de dar a conhecer esse vídeo. Face á pandemia que atravessamos, é impossível agendar um evento com publico para divulgar este vídeo. Assim e porque a vida não pode parar, aqui fica o video agora publicado pela página da União de Freguesias de Fânzeres e São Pedro da Cova. 

Veja o vídeo (disponível apenas a partir do dia 20 de Dezembro pelas 16H00), clicando na imagem seguinte: